quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Mau Hálito? Comece limpando bem a língua!

Muitas vezes, a halitose está relacionada à saburra lingual, que tem ligação com o fluxo salivar e a higiene da língua. A saburra lingual é uma massa, uma película sobre a língua formada de bactérias, restos de alimento, saliva e células de descamação da cavidade bucal. A explicação é que a saburra lingual leva à fermentação dos alimentos, liberando gases à base de enxofre, por exemplo, e ocasionando o mau cheiro. Geralmente, as pessoas limpam os dentes e a gengiva, mas esquecem de limpar a língua. Limpar a língua é tão importante quanto usar a escova e o fio dental. Uma língua limpa vai manter a boca mais livre de bactérias por mais tempo.

Daí a importância de se acrescentar um item pouco conhecido ao kit de higiene bucal, o limpador de língua. O instrumento serve para alcançar a base da língua que a escova não consegue porque causa ânsia de vômito. Ao lado da má higiene, a saburra lingual acontece quando a produção salivar está insuficiente. A saliva age como um funcionário de limpeza natural na faxina bucal combatendo os germes. A limitação do fluxo salivar tanto está vinculada a causas orgânicas como a hábitos de alimentação, medicamentos e ingestão de álcool.


 Por que higienizar a língua?
O maior depósito de resíduos da boca, grande superfície e a anatomia papilar favorecem o acúmulo de saburra, que é  causa de mau hálito. O nariz humano percebe o hálito dos outros, mas a acomodação olfativa mascara o nosso próprio mau hálito.
A boa higiene, a boca limpa, hálito sempre agradável, colaboram para uma vida saudável, bem estar e bom convívio social. Pesquisas mostram a relação de doenças com microorganismos e bactérias presentes na boca. A higiene bucal completa, ajuda na prevenção por evitar a ingestão constante destes.

Quando devo higienizar a boca?
Ao acordar e antes de dormir; antes e depois das refeições; sempre que sentir vontade. Você é ser social, deve se sentir limpo e bem. O nosso mau hálito incomoda outras pessoas e torna difícil o convívio social. Hálito forte ao acordar é fisiológico, todos temos, pela leve hipoglicemia, redução do fluxo salivar e aumento da flora bacteriana anaeróbica proteolítica, com ação sobre restos epiteliais descamados da mucosa bucal e proteínas da saliva, que geram os CSV (compostos sulfurados voláteis) responsáveis pelo fedor da boca.

O que é saburra? 
Material viscoso esbranquiçado ou amarelado, que adere ao dorso da língua em maior proporção no terço posterior alterando a sua cor. Equivale à placa bacteriana. Os microorganismos anaeróbicos proteolíticos produzem componentes com fedor no final do metabolismo.
Por redução do fluxo salivar, a saliva fica mais viscosa, rica em mucina, facilitando a aderência de leve hipoglicemia, redução do fluxo salivar e  microorganismos, restos epiteliais e alimentares no dorso da língua. O stress, doenças, álcool, fumo, drogas, respiração bucal e o avançar da idade contribuem para diminuição do fluxo salivar.

Quais as causas do mau hálito e como controlar?
 São várias as causas do mau hálito. 
Causas fisiológicas: Mau hálito ao acordar aminoácidos com enxofre, alimentos fortes, saburra na língua.                       
Causas locais: Cáries, doenças periodontais, feridas cirúrgicas, infecções nas vias aéreas superiores.
Causas sistêmicas: Doenças crônicas, diabetes, hepatopatias, nefropatias, prisão de ventre, refluxos, etc.

Para todas as causas é fundamental a higiene bucal eficiente. Segundo Olinda Tazia, mais de 90% das halitoses tês a saburra na língua como determinante.