quinta-feira, 13 de julho de 2017

CUIDADOS ODONTOLÓGICOS AO LONGO DA VIDA

É possível ter um sorriso saudável a vida inteira? Sim, é possível!


Os cuidados com a saúde bucal devem ser iniciados desde cedo.  Ter um sorriso saudável na fase adulta é o reflexo dos hábitos adotados na infância e adolescência.

A criança deve ser influenciada a cuidar da saúde bucal desde o nascimento. A limpeza da cavidade oral do bebê deve ser realizada para remover o leite estagnado, acostumando-o à manipulação da boca. Pode ser utilizada uma gaze ou dedeira embebida em água filtrada, esfregando delicadamente por toda gengiva. 

Próximo dos seis meses de vida começam a aparecer os primeiros dentes do bebê, este é o momento para a primeira consulta no dentista.

É recomendado que crianças e adolescentes visitem o dentista a cada seis meses. Esse é o tempo ideal para detectar qualquer início de cárie e gengivite. Deve ser observado na criança hábitos deletérios, como chupar bico ou dedo, avaliando se está ocorrendo uma má oclusão dentária e o momento ideal de intervir com aparelhos. Outra vantagem de começar os cuidados cedinho é que a criança vai acostumando com o consultório do dentista e com os procedimentos.

Na fase adulta deve se dar atenção para as doenças periodontais (doenças nas gengivas) e a cárie. Com uma higiene adequada, uma alimentação com baixa quantidade de açúcares e consultas regulares ao dentista é possível evitar estes problemas.
A cavidade bucal reflete muitas vezes as alterações fisiológicas ocorridas com o envelhecimento. É comum nos idosos ocorrer a diminuição salivar o que leva a sensação de boca seca. O paladar diminui e desta forma o idoso pode ingerir uma quantidade mais elevada de sal e açúcar. A sensibilidade dentária pode aumentar. A falta de dentes é um problema comum entre os idosos, o que pode prejudicar o aparelho digestivo.



O dentista sempre irá lhe orientar sobre os cuidados necessários em cada fase da vida e realizar os procedimentos necessários para a manutenção da saúde bucal!